Extinta há mais de 43 anos, TV Excelsior pode voltar ao ar


Adicionar legenda
Considerado o maior latifundiário do rádio do Brasil, o empresário Paulo Abreu pode ser o próximo dono de emissora aberta em São Paulo. Um longo trabalho de 8 anos está na parte final em que a presidente Dilma Rousseff deve assinar decreto de anistia a favor da antiga TV Excelsior, cassada em 30 de setembro de 1970 por uma canetada dos militares.

Se tanto está se fazendo pra recuperar imagens de antes do regime militar, nada mais coerente que a TV Excelsior entre neste jogo. O Brasil do PT atual já decretou que o ex-presidente João Goulart (1919/1976) não perdeu o mandato e nem foi deposto. O Brasil do PT já inocentou Carlos Marighella (1911/1969), que comandou guerrilhas armadas que mataram pessoas e até já restituiu a ele o status anterior no Exército dando à viúva soldos de pensão pra vida toda.
Nada mais justo que restituam o status da antiga TV Excelsior que foi a única que enfrentou de verdade o Marechal Castelo Branco (1897/1967) e seu regime militar. E por algum motivo que ninguém ainda veio a público explicar, Paulo Abreu passou a ter os direitos desta emissora. Paulo é um homem de grande sucesso na área de comunicações com grande conhecimentos políticos desde o governo de Fernando Henrique Cardoso, onde ele tinha um poder descomunal. E este poder continua no governo de Lula e Dilma.
O decreto não foi ainda assinado por um detalhe que depende de tecnologia. Os técnicos do governo estão tendo um grande trabalho pra ajeitar tecnicamente a futura TV Excelsior em um dos canais abertos sem que isto afete nenhuma outra emissora. O desejo maior de Paulo Abreu é ficar com o canal 3. Mas num Brasil onde fizeram uma lei especial pra que dois grandes empresários pudessem ter seus negócios legalizados nada é impossível aos amigos da imperatriz.

Nenhum comentário:

Envie um comentário com a sua opinião, sugestão ou correção. O infoTV.RJ não aceita comentários:

1. Com ofensas e/ou com palavrões;
2. Com assuntos não relacionados ao tema do post;
3. Com propagandas ( spam );
4. Com ofensas a pessoas;
5. Para sua segurança, não coloque dados pessoais no
comentário.

Obrigado, Lorran Matheu.

Tecnologia do Blogger.