Bomba: Funcionário da CNT faz reclamações sobre condições de trabalho



A situação do canal CNT não está nada boa, além da baixíssima audiência, locação de horários para igrejas, e rumores sobre sua venda, a emissora agora vive outro dilema: reclamações de funcionários.

“Tiramos leite de pedra, pois trabalhamos com verdadeiras sucatas dignas de serem doadas anferros-velhos. Câmeras de 1989, tripés caindo aos pedaços literalmente, enferrujados, e fones deouvidos velhos e com enchimento de papel ou sacolas plásticas”, disse um funcionário
à jornalista Patrícia Kogut.

Há alguns meses atrás, a CNT voltou a pagar um valor alto para ter seu sinal de volta nas antenas parabólicas analógicas e gerar programação HD, mas investir em equipamentos novos, até agora nada.
Nesta simples nota a jornalista Patricia Kogut não diz de onde é esse funcionário e qual estado isto está acontecendo

Postar um comentário

0 Comentários