Deputada faz denuncia sobre a venda de horários na CNT




A deputada Luiza Erundina (PSB-SP) apontou, nesta segunda-feira (14), irregularidades na grade de programação da rede CNT. Segundo a parlamentar, “a CNT, que é um canal de TV aberta, vendeu à Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, quase toda a sua grade de programação. Ou seja, 22 horas diárias de programação daquela emissora. Foram cortados os programas e vendidos por R$ 5 milhões por mês para programas religiosos, durante o dia, à noite, restando apenas 2 horas do dia para o uso da CNT”.

Pelas regras de concessão vigentes, a grade deve contemplar programação educativa, jornalística, cultural, artística educativa e jornalística local, além do espaço para programação de produção independente.


A parlamentar socialista destacou que a forma como a grade de programação da CNT foi vendida “é ilegal e é imoral, porque a concessão de um canal de televisão, de rádio ou emissora é uma concessão de um serviço público, que o Estado outorga mediante determinadas exigências, critérios e obrigações. Lamentavelmente, o abuso a respeito dessa subconcessão, alienação ou arrendamento praticamente de todo o tempo dos horários da programação é para proselitismo religioso de uma única igreja, a Igreja Universal do Reino de Deus, contrariando, portanto, o caráter público daquele serviço, evidentemente com grave desvio das finalidades de uma emissora de televisão”.


Um comentário:

  1. pois é não jugue os outros olhe primeiro a se mesmo fica a dica

    ResponderExcluir

Envie um comentário com a sua opinião, sugestão ou correção. O infoTV.RJ não aceita comentários:

1. Com ofensas e/ou com palavrões;
2. Com assuntos não relacionados ao tema do post;
3. Com propagandas ( spam );
4. Com ofensas a pessoas;
5. Para sua segurança, não coloque dados pessoais no
comentário.

Obrigado, Lorran Matheu.

Tecnologia do Blogger.