EBC gestora da TV Brasil priva redes sociais durante período eleitoral; Ação aumenta suspeitas sobre fim da TV Brasil.

Seria esse o começo do fim? (Foto: infoTV.RJ)

A Empresa Brasil de Comunicação é responsável por gerir diversos meios de comunicações estatais tais como a TV Brasil, Rádio Nacional e Agência Brasil tomou uma decisão no mínimo inusitada para coibir a divulgação de candidatos ás custas da emissora. Em meados de julho a empresa desativou as contas de seus meios de comunicações nas principais redes sócias do mundo o Facebook e o Instagram. A ação foi realizada sendo respaldada pela Lei Eleitoral.




O intuito da ação é coibir o “flood eleitoral” (pratica de divulgação massiva em comentários) e a divulgação nos perfis da empresa estatal, a permissão de determinados atos poderia bater de frente com a Lei Eleitoral que proíbe propaganda de candidatos em qualquer meio de comunicação durante sua campanha, ficando restrito apenas ao horário eleitoral em rádio e TV. Porém verificando a própria Lei Eleitora a atitude ganha um tom de protesto contra o próprio governo.

A ação é sucedida por diversas ações do presidente Michel Temer que vem buscando fragilizar a EBC e seus meios de comunicação. O destino a empresa estatal é dado como incerto e recente a jornalista Daniela Lima relatou na coluna painel do jornal Folha de São Paulo que o presidente prepara um plano de extinção da EBC que será entregue ao próximo presidente, que será eleito em outubro desse ano.  Segundo a nota publicada pela jornalista, a proposta seria enviar parte dos funcionários para a NBR (canal controlado pelo governo que acompanha o cotidiano do Executivo) e realocar os demais em outros órgãos governamentais.

Mas segundo a empresa a investida busca lutar contra a impossibilidade de controle de comentários e interação com o público durante o período eleitoral. A medida vale para todas as páginas institucionais da empresa presentes no Facebook e Instagram tem prazo de duração até o dia 08 de outubro, podendo ser estendida até o dia 28 caso ocorra 2º turno.

2 comentários:

  1. O presidente está certo, tem que privatizar essa estrovenga chamada EBC , milhões de reais do contribuinte sendo gasto com algo que não traz retorno financeiro nenhum.

    ResponderExcluir
  2. Essa é uma atividade comum entre os meios de comunicação controlados diretamente pelo governo, em Alagoas por exemplo o IZP desativou suas redes sociais respeitando essa lei, o mesmo aconteceu com a Aperipê de Sergipe. A TV Cultura não entra na norma pois é controlada por uma fundação de cunho comercial. Na minha opinião essa ação não está ligada ao fim da EBC, que por sinal é muito controverso.

    ResponderExcluir

Envie um comentário com a sua opinião, sugestão ou correção. O infoTV.RJ não aceita comentários:

1. Com ofensas e/ou com palavrões;
2. Com assuntos não relacionados ao tema do post;
3. Com propagandas ( spam );
4. Com ofensas a pessoas;
5. Para sua segurança, não coloque dados pessoais no
comentário.

Obrigado, Lorran Matheu.

Tecnologia do Blogger.