Especial: Resumo da primeira semana do COVID-19 no Rio de Janeiro



Na última sexta-feira dei início a essa cobertura através do nosso quadro de diversão e arte semanal no Facebook, o “Sextou”. Pouco se sabia sobre a chegada da epidemia aqui na cidade do Rio, porém nessa semana o quadro já é bem diferente saltando de 14 casos aqui na cidade para 55. Incluindo duas mortes, em ambos os casos com paciente acima de 60 anos. No momento de gravação desse boletim os bairros que mais apresentam casos do COVID-19 casos são Barra da Tijuca com 11 casos positivos, seguido do Leblon (8), Ipanema (7), Botafogo (3), Copacabana (3), São Conrado (3), Flamengo (2), Freguesia (2), Jardim Botânico (2), Lagoa (2), Vila Isabel (2), Taquara (2), Meiér (2), Gávea (1), Humaitá (1), Itanhangá (1) e Santa Teresa (1).

Segundo a Secretária de Saúde do estado, ocorrem mais de 30 contaminações no período de 24h. Por isso é bom ficar atento aos sintomas trazidos pelo COVID-19.

Mais informações sobre os sintomas

[Imagem: AFP.]

Durante esses 7 dias muitas informações cruciais a respeito do vírus foram divulgadas. Como por exemplo os sintomas. Apesar de apresentar sintomas similares a uma gripe comum o COVID-19 tem particularidades específicas que pode ajudar em sua identificação, segundo a cartilha divulgada pelo Ministério da Saúde as pessoas infectadas pelo vírus costumam apresentar febre, tosse, falta de ar, dificuldade para respirar, problemas gástricos e diarreia. Essas informações são necessárias para evitar que a população confunda uma simples gripe ou resfriado com um quadro de COVID-19.

Mais sobre a prevenção



Na luta contra o Corona Vírus não há arma melhor que a prevenção, e no decorrer dessa semana novas informações a respeito dos cuidados necessários para evitar a propagação e a contaminação pelo vírus.

Evitar contato físico como aperto de mãos, abraços e beijos é essencial, principalmente com pessoas que tenha quadros graves de infecções respiratórias.

Realizar a lavagem frequente das mãos é o fator mais importante no combate ao Corona Vírus. Porém outras atitudes podem ser úteis nesse combate como evitar o compartilhamento de talheres, higienizar as mãos após tosse ou espirro, manter ambientes ventilados, evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca e outras ações presentes na ilustração.

Outro ponto importante é a busca do fortalecimento da sua imunidade, mas sem automedicação. A OMS (Organização Mundial de Saúde) pede principalmente pra que não seja utilizado nenhum medicamento que possua Ibuprofeno em sua composição, isso é um alerta mundial.

Impacto na cidade do Rio


Devido a pandemia diversos líderes mundiais tomaram medidas para evitar ao máximo o impacto do vírus na população, na quarta-feira (18) o prefeito do Rio declarou estado de emergência. Um decreto foi publicado no Diário Oficial e cita a pandemia de coronavírus como justificativa.

Com a medida, a prefeitura do Rio fica autorizada a comprar ou locar materiais, serviços e produtos, sem necessidade de licitação, para atuar na prevenção e tratamento da Covid-19. O regime também permite requisitar mão de obra sem concurso.

Os poderes estadual e municipal passaram a incentivar o isolamento social. Praias, restaurantes, shoppings fecharam suas portas para evitar aglomerações. Outra medida da prefeitura foi decretar que apenas passageiros sentados viajem nos ônibus, essa medida engloba também o BRT.

A prefeitura do Rio também trabalha em parceria com o Governo do Estado e as Forças Armadas na montagem de um hospital de campanha, a ideia é utilizar a estrutura do centro de convenções Riocentro, que fica localizado em Jacarepaguá com o intuito de oferecer no espaço pelo menos 500 leitos para receber apenas os pacientes da rede municipal que necessitam ou se recuperam de cirurgias eletivas ou estão em tratamento, liberando os leitos das demais unidades de saúde para infectados com o coronavírus.
Confira outras medidas tomadas pela prefeitura:

  • Cancelamento das áreas de lazer, como as da orla (Aterro, Avenida Atlântica)
  • Fechamento dos Parques Municipais (Grumari-Prainha, Chico Mendes, Marapendi, Bosque da Barra, Bosque da Freguesia, Chacrinha, Eduardo de Matos, Catacumba, Dois Irmãos)
  • Pão de Açúcar, cinemas e teatro fechados
  • Pedido à Guarda Municipal que se façam apelos a pessoas que não frequentem e não façam aglomerações em área de banho
  • Restaurantes populares continuam abertos para café da manhã e almoço
  • Casas da Providência fechadas
  • Sem serviço na SMTR para recorrer de multa presencial
  • Transporte de passageiros somente com todos sentados
  • Pedido para donos de bares e restaurantes restrinjam clientes à 30%
  • Pedido para clubes esportivos, colônias de férias e academias sejam fechados
  • Determinação do fechamento de 24 vilas olímpicas



Postar um comentário

0 Comentários